domingo, 13 de janeiro de 2013

A grande onda de Kanagawa (1829-32)

Obra pintada em xilogravura (ou seja entalhada na madeira e posteriormente passada para o papel, da mesma forma que o carimbo) e seguindo os princípios do ukiyo-e que retratava paisagens, contos históricos, peças de teatro e faz parte de uma série de pinturas batizada "Trinta e Seis visões sobre o Monte Fuji" (que na verdade são 46), sendo a pintura principal do bloco. Ao contrário de outras obras de arte, que são únicas, essa como foi produzida via xilogravura atualmente possui 35 cópias atualmente, sendo que alguns estão em exibição no the Metropolitan Museum of Art em Nova Iorque, the British Museum em londres, The Art Institute of Chicago e na casa de Claude Monet em Giverny, France. Um deles naufragou junto ao Costa Concórdia.



Sobre a pintura: a montanha atrás da pintura é o Monte Fuji, com o pico coberto de neve. A cor escura ao redor dele há uma neblina onde indica que a ação ocorre ao amanhecer e, apesar da grande onda indicar que ocorre uma chuva, não há nem no monte Fuji, nem na cena principal. Na cena, há três oshiokuri-Bune, barcos de alta velocidade usado para o carregamento de peixes vivos entre as cidades a partir de Izu e Boso para os mercados da baía de Edo. Em cada barco há 8 remadores (se segurando ao máximo em seus remos) e dois passageiros. A partir deles, é possível medir a onda como tendo entre 10m e 12m de comprimento. A onda faz um grande círculo enquadrando o Monte Fuji e ela logo quebrará.

Hokusai assina o quadro à esquerda, odne aparece dentro de um texto retangular, onde também é citado o nome da obra: O primeiro texto escreve que aparece escrito "??????/????/??" oki Fugaku Sanjurokkei / Kanagawa / nami ura, que se traduz para "Trinta e seis vistas do Monte Fuji / mar alto de Kanagawa / Sob a onda". A segunda inscrição, à esquerda da caixa, é a assinatura do artista: ?????? "Hokusai aratame Iitsu hitsu". ("Da pintura de Hokusai, que mudou seu nome para Iitsu")

Veja a pintura em tamanho enorme aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sente-se e converse!